04Apr 14

Inflação do mês de março será a maior enfrentada pelo país em 11 anos.

Governo já prepara discurso para explicar o aumento do custo de vida: vai difundir a ideia de que a culpa é dos alimentos in natura e que a alta não se repetirá nos meses seguintes. Na mesma linha, Banco Central considera que juros de 11% são suficientes para conter a carestia.

O forte aumento da taxa básica de juros (Selic), de 7,25% para 11% ao ano, desde abril de 2013, não impedirá que a inflação de março, que será divulgada na próxima semana pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), dê um susto nos consumidores. Se as projeções dos especialistas estiverem corretas, o Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) cravará alta entre 0,80% e 0,86% — mediana de 0,82% —, o pior resultado para o mês desde 2003.

Ciente do barulho que o IPCA fará, sobretudo diante do crescente descontentamento da população com a alta do custo de vida, o Palácio do Planalto já preparou o discurso. A ordem é difundir a ideia de que o índice foi puxado pelos alimentos in natura (frutas, legumes e hortaliças) e que não se repetirá nos meses seguintes. O governo também insistirá que o IPCA não estourará o teto da meta deste ano.

O discurso positivo do Planalto não esconde, porém, o temor da presidente Dilma Rousseff com o impacto da inflação na decisão dos votos dos eleitores na disputa presidencial de outubro próximo. Pesquisas internas do governo indicam que a carestia será uma pedra no caminho à reeleição da candidata do PT. Mas o tema será amenizado à medida que o IPCA reagir ao aperto monetário. Na visão de assessores da presidente, os juros, de 11%, são suficientes para evitar uma disseminação de reajustes. Eles também acreditam que o Banco Central encerrou o ciclo de aumento da Selic.
Nenhum comentário foi encontrado para esta notícia.




LiveZilla Live Help

Tire suas dúvidas de forma rápida com nossos consultores!

Fale conosco!

Acompanhe todas as novidades do mundo da contabilidade.

Seu e-mail não será utilizado para envio de spam. Para mais informações, leia POLÍTICA DE PRIVACIDADE.

Vídeos

Veja mais vídeos acessando aqui através do nosso canal no YouTube.

2013 | Mirim Contábil | Assessoria e Consultoria
Desenvolvimento: Valore Marketing