05Dec 13

Brasileiro terá que trabalhar mais para se aposentar.

Fonte: Infomoney
De acordo com os dados divulgados dia 2, da tábua de mortalidade divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a expectativa de vida do brasileiros cresceu, em média, 5 meses e 12 dias entre 2011 e 2012.

Com esses novos dados, houve mudança no valor do Fator Previdenciário usado no cálculo da aposentadoria.

Agora, de acordo com o Ministério da Previdência Social, considerando a mesma idade e tempo de contribuição, um segurado com 55 anos de idade e 35 anos de contribuição que requerer o benefício a partir de hoje, por exemplo, terá que contribuir por mais 153 dias para manter o mesmo valor de benefício que teria conseguido se tivesse requerido até o último sábado, 30/11.

Um segurado de 60 anos e 35 de contribuição, por exemplo, agora terá que contribuir por mais 173 dias para obter o mesmo valor. Mas, caso o contribuinte não queria trabalhar mais para obter o mesmo valor de aposentadoria que teria até o fim de novembro, irá receber um benefício cerca de 1,67% menor.

O fator previdenciário é utilizado obrigatoriamente apenas no cálculo do valor da aposentadoria por tempo de contribuição. Já na aposentadoria por invalidez, não há utilização do fator e, na aposentadoria por idade, a fórmula é utilizada apenas para beneficiar o segurado.

Lembrando que os benefícios já concedidos não sofrerão qualquer alteração em função da divulgação da nova tábua. Apenas as aposentadorias solicitadas a partir de ontem, 2, sofrerão a aplicação do novo fator.
Nenhum comentário foi encontrado para esta notícia.




LiveZilla Live Help

Tire suas dúvidas de forma rápida com nossos consultores!

Fale conosco!

Acompanhe todas as novidades do mundo da contabilidade.

Seu e-mail não será utilizado para envio de spam. Para mais informações, leia POLÍTICA DE PRIVACIDADE.

Vídeos

Veja mais vídeos acessando aqui através do nosso canal no YouTube.

2013 | Mirim Contábil | Assessoria e Consultoria
Desenvolvimento: Valore Marketing